Categories
Uncategorized

Eficiência da fotossíntese

Quando me disseram que as plantas são os melhores paineis solares que já foram inventados, achei uma boa frase de efeito e entendi a provocação. Porém, resolvi ir atrás da informação sobre a eficiência do processo da fotossíntese para a conversão de radiação solar em glicose. Se olharmos analiticamente, só para o processo termodinâmico, é chocante: as plantas conseguem aproveitar uma quantidade ínfima da energia que vem do Sol.

Segundo a wikipedia, a eficiência do processo fica em torno de 1 a 2%. Se for levado em consideração a produção de exsudatos usados na troca por nutrientes minerais com a microvida do solo, aí esse valor pode subir para uns 5%.

Imagina a energia imensa que vem do sol pra produzir tamanha diversidade de vida (vegetal e todo o resto) com tão pouco aproveitamento!

E pensando em melhorar (!!!) mais uma vez a natureza, cientistas descobriram uma forma de aumentar em 15% esse valor, injetando uma proteína específica de uma planta da família das Arabidopsis em cultivares tradicionais (de monocultivo). E a desculpa é a de sempre: “a população segue crescendo, vai acabar a comida”. Agora, por exemplo, valorizar a agricultura familiar e facilitar o acesso à terra para plantar comida nem passa pela cabeça desses especialistas. Manter as florestas de pé ou plantar árvores em grande escala, menos ainda.